Crônicas: Episódio 8 | A Majestade de um Rei

Crônicas: Episódio 8 | A Majestade de um Rei

Olá, pessoal! Como vão? Em nosso oitavo episódio do quadro Crônicas, trago minha última contribuição para o Portal SnyderCutBR. E, para essa saideira fechar com chave de ouro, preciso falar de 300, o filme que deu ao Zack Snyder, o título de visionário.

Quando se pensa em uma figura notória dentro de uma civilização, muitos podem se remeter a figura da realeza, seres de alta classe, possuindo em suas mãos, a capacidade inestimável de trazer grande bênção como também uma grande maldição ao seu povo. Um ser dotado de poder, sendo o espelho exato, refletindo sua características benditas ou malditas para quem o observa. É a figura que pode acalentar ou que apavorar. Que faz uma nação ser próspera ou cair na miséria. E nesta figura sublime, podendo ser luz ou trevas, existe aquele que, com seus bravos guerreiros e irmãos de batalhas, os notáveis 300 homens de Esparta, conduzidos a uma batalha lendária na região de Termópilas, foram comandadas pelo grande Rei Leônidas, aquele que se sacrificou pelo bem de toda a Grécia Antiga.

Leônidas, assim como todos os soldados que nasciam em na cidade-estado de Esparta, desde os momentos mais noviços de sua infância, fora preparado e batizado no fogo do combate a ser uma verdadeira máquina de guerra para a defesa e proteção de seu povo, cumprindo o propósito de seu nascimento, ensinado a nunca recuar, a nunca se render, ensinado que morrer em serviço no campo de batalha por Esparta, era a maior glória que poderia alcançar em sua vida. Mesmo diante das situações mais adversas, seja do duro treinamento para apurar seu corpo e sua mente, afiando-as como uma lâmina ou do pesado fardo da responsabilidade de governar uma nação, nunca demonstrou fraqueza ou rendição a qualquer situação.

Um líder com a capacidade de inspirar e motivar seus homens, de conseguir o vosso respeito e honra sem imposição ou ameaça, mas por elevação de sua moral, conquistando não somente com palavras, mas com as obras de suas próprias mãos com suas atitudes coerentes à suas afirmações, exercendo o poder do convencimento através da sensatez atingindo o coração de seus companheiros. De vê-los como irmãos e jamais como objetos descartáveis, sendo um chefe para eles como se estivesse exercendo uma grande profissão, bramando e rugindo como uma fera ao tom de Au para dissipar as hostilidades com o coro tremendo de seus homens ao redor. Que se dispõe a colocar a si mesmo no fronte antes dos outros, que lidera sendo o primeiro a frente, e nunca como um covarde atrás.

O grande Rei do exército Espartano, que enxerga a ameaça a seu povo de um inimigo qualquer que bate a sua porta, não hesitará de se erguer e levantar seu escudo e estender sua espada contra a tirania e a dominação, que anuncia o extermínio a sua terra. Ele é aquele que olha nos olhos de seus cidadãos e sente o vosso medo, vossas angústias, vossas fragilidades, observando e notando a beleza e a doçura de cada célula pertencente as raízes da identidade de seu povo, sentindo grande empatia por eles em não querer ver suas preciosas vidas inocentes pagando o preço da soberba e altivez de alguém que se diz deus-rei. De dizer “Isso é Esparta” e gerar uma nova era. Uma era de liberdade, com todos sabendo que 300 espartanos deram seu último suspiro para defendê-la.

Assim, mesmo sabendo que jantariam no inferno, os 300 de Esparta com seu Rei entre eles, realizaram um feito que todos os gregos souberam de sua grande conquista, deixando um belo legado com uma grande história para contarem. Um relato de vitória, por suas ávidas convicções de se manterem firmes, sem se retirarem ou se renderem, seguindo a lei de Esparta, para lutarem e morrerem. Como um epitáfio deixado, pela ordem que um grande rei poderia dar, Leônidas não exigiu tributos ou canções, tampouco monumentos, poemas de guerra ou valores, mas esboçando apenas seu simples desejo:

Lembre-se nós, diga a todos os espartanos que aqui, pela lei de Esparta, nós repousamos.

Não deixe de comentar abaixo, se curtiu a Crônica.

Ao Portal SnyderCutBR, desejo tudo de bom e que consigam construir uma base sólida, aqui no Brasil. Continuem nessa caminhada diferencial!


Já conhece o nosso Portal no Twitter?
Entre para o Fandom, acompanhe as novidades e faça parte dos Movimentos pró-Zack Snyder!

Ex-Colaborador Marcelo

Percebi que o bom da vida muito se encontra na arte. Sou apenas alguém que a observa e a deixa se comunicar, permitindo que sua graça se transmita a eu sentir sua excelência. Sendo assim, ela fala sem dizer nada, e na voz do seu silêncio, tornou-se minha amada. Foi assim que descobri gosto por obras primas como O Senhor dos Anéis, Star Wars e DC. E nesse mundo da imaginação, sou aquele fortemente ligado a fantasia e ficção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.