Novos Deuses não foi cancelado por culpa de Liga da Justiça, entenda

Novos Deuses não foi cancelado por culpa de Liga da Justiça, entenda

A diretora Ava Duvernay, em divulgação à sua nova série, falou sobre o projeto Novos Deuses que foi cancelado pelo estúdio.

O estúdio decidiu que não queria seguir essa parte das HQs, com base em algumas coisas que estavam acontecendo com outro filme.

Antes de continuar, a fala de Ava pode ter duas interpretações e vou preferir dar o benefício da dúvida, antes de achar que ela culpou um filme, que o próprio estúdio disse que não era cânone na linha do tempo da DCEU e que, inclusive, deixou claro, pouco após o seu lançamento, que não tinha intenção em dar continuidade a essa estória.

Muitos sites de entretenimento estão apontando que o cancelamento de Novos Deuses foi por causa de Liga da Justiça de Zack Snyder, mas fato é que não foi culpa do diretor.

A Liga da Justiça que recebemos, neste ano, era para ter sido lançada em 2017 e isso não ter acontecido é responsabilidade, unicamente, do estúdio e da gestão que foi incapaz de proteger seus funcionários e de se blindar de críticas sobre um universo cinematográfico que estava criado.

Vale lembrar que o projeto Novos Deuses está no papel desde 2018 e não era um projeto que, de fato, tinha ganhado um sinal verde do estúdio. Ava vinha desenvolvendo roteiros para aprovação e a falta de atualização do filme já havia virado motivo de memes, por internautas que brincavam que a roteirista “escrevia uma letra por dia do roteiro”, já que ele não avançava nunca.

Citar, supostamente, Liga da Justiça de Zack Snyder como o causador do cancelamento de um projeto que, nitidamente, estava bem distante do campo de visão do estúdio é usá-lo como bode-expiatório para não apontar os verdadeiros culpados: a gestão da Warner Bros.

Mais uma vez, usa-se o nome de Zack Snyder e suas intenções para culpá-lo, mesmo distante do universo DC. Ele é culpado por “tudo de ruim que acontece no universo”. É uma narrativa que vende, não se sustenta, mas ganha reforço massivo sempre que alguém reproduz, sem o mínimo interesse em se aprofundar no assunto.

Não quero acreditar que Ava esteja dando indiretas ao Zack Snyder, como disse, quero dar o benefício da dúvida. Mas, se a intenção dela foi essa mesmo, não seria a primeira vez que ela faria algo semelhante. Ava já curtiu alguns tweets que compararam os uniformes das Amazonas de Snyder com as Amazonas de Patty Jenkins. Uma comparação que, geralmente, faz sentido quando vemos homens retratando mulheres em tela. Um exemplo próximo é como Joss Whedon trouxe tomadas de Gal Gadot, em ângulos bem questionáveis e as mesmas sequer existiam na versão de Snyder. O fato é que jogar ao público que Snyder estaria sexualizando as Amazonas pelo seu uniforme, não funciona a partir do momento em que aquelas mulheres estão sendo retratadas nos mesmos moldes dos soldados espartanos, mostrando físico atlético e não exaltando partes do corpo feminino como nádegas e seios siliconados saltitantes. – Como mostrado recentemente em filme da editora.

Logo, na época do lançamento de Liga da Justiça de Zack Snyder, Ava preferiu curtir esses tweets (totalmente sem fundamentos) ao invés de seguir o exemplo dos demais colegas de profissão que apoiaram a batalha de Snyder pelo seu corte. É um direito dela não apoiar e manter-se em silêncio? Claro! Ela não precisa dar ‘confere’ em todo tipo de assunto, mas ao curtir tweets que comparavam uma coisa com a outra, fica uma pulga atrás da orelha.

É claro que não podemos fechar os olhos para algumas atitudes vindas de Snyder, pois este postou em sua conta do Vero, no dia do anúncio do engavetamento do projeto Novos Deuses, uma imagem conceitual da personagem Vovó Bondade. Poderia ser uma indireta aos tweets curtidos por Ava? Nunca saberemos. Porém, parece que existe uma situação passivo-agressiva acontecendo nas entrelinhas, ainda mais se formos contar que Duvernay, no último final de semana, bloqueou diversas contas pró-Snyder que sequer haviam tido interação com ela.

Talvez, Ava apenas queira, neste momento, culpar alguém pelo cancelamento do seu projeto, e não podendo mirar na empresa da qual está lançando um novo trabalho, mira no alvo mais ‘fácil’: Zack Snyder, o cara mais odiado e polarizado do mundo cinematográfico, no momento. – E, pasmem, sem motivo algum.

Tudo isso acaba sendo uma pena, já que a produtora Deborah Snyder citou o nome de Ava Duvernay para trabalharem juntas, em algum momento. Eu torço para que isso seja, apenas, mais uma batalha de fãs inflamados na internet que interpretaram a seu modo e, nos bastidores, Ava mantenha o respeito, afinal ambos os lados possuem sua história profissional e merecem ser respeitados.

Andre Guilherme

É Andre, sem acento mesmo. Um viajante do Multiverso com Q.I elevado para Legos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.