O Looping Temporal em Army of Thieves

O Looping Temporal em Army of Thieves

Em meu último post sobre O Looping Temporal de Army of the Dead, dediquei longos parágrafos, citando todos os pontos, pistas, sinais e notas em que a teoria das “realidades repetidas” poderia ser aplicada. No texto de hoje, não será diferente. ~ Só que em menor proporção. ~ Sugiro lerem a matéria acima, antes de dar sequência, por aqui.

NOTA INICIAL

De maneira resumida, especula-se que o Vanderohe possa ser o Zumbi Alpha, pois a única coisa que explicaria ele não ter se transformado, imediatamente, após a mordida, é a radiação da explosão de Las Vegas. Tecnicamente, a teoria relata que:

As origens mitológicas dos cofres de Hans Wagner, em Army of Thieves, combinadas com os efeitos físicos de uma explosão nuclear, seria a fórmula certa para causar rasgos ou loopings no fragmento do espaço-tempo. Porque Dieter empurrou Vanderohe para o Götterdämmerung, Vanderohe sobreviveu – mas também pode ter sido substituído por outra versão de si mesmo, de uma época (ou linha temporal) diferente.

Como já sabem, os eventos de Army of Thieves ocorrem antes dos acontecimentos de Army of the Dead. No último texto, lembramos que “de alguma forma, haveria uma memória inconsciente do que viveram.” Neste sentido, se a teoria do Looping Temporal estiver certa, então podemos deduzir que alguns personagens tenham lembranças, ou sonhos, com uma realidade de uma vida anterior.

PESADELOS ou LEMBRANÇAS?

Para entender isso melhor, vou trazer dois importantes pontos-chave, em que a teoria do Looping Temporal pode ser vista em ação, ligando Army of Thieves a Army of the Dead. Ao longo do filme, Dieter tem, o que parece ser, dois pesadelos:

  • 1º ~ 0:22:25

Por alguma razão, assistindo ao noticiário, onde uma repórter tenta contato com um correspondente de Las Vegas, chamado Gil Pedretti, Dieter sente sono. É de se estranhar que numa notícia como essa, vendo o repórter ser mordido por um zumbi, ao vivo, Dieter adormecesse. A não ser que fosse por uma fuga, nada justificaria esse sono repentino. A menos que não fosse para ele se lembrar de nada. Na ocasião, Dieter adormece enquanto Gil Pedretti está sendo mordido e supostamente desperta quando a cena é cortada pelo Jornal da TV. Durante seu sono, Dieter ouve latidos e barulhos de batida de carro. E também avista uma garotinha zumbi no corredor, pelo olho mágico. Quando abre a porta, uma mosca entra em seu apartamento, e a garotinha zumbi tenta mordê-lo, despertando Dieter em seu sofá.

army of thieves - Dieter

  • 2º ~ 1:32:32

De novo dormindo, Dieter desperta de mais um pesadelo, onde se vê desvendando os segredos de um cofre num Cassino. Ao avistar uma horda de zumbis se aproximando, Dieter se tranca dentro do cofre. A alusão ao que ocorre ao Vanderohe, em Army of the Dead, é bem clara.

Army of thieves - Dieter 2

PREMONIÇÃO ou LOOPING TEMPORAL?

No entanto, podemos pensar que são sonhos premonitórios, ou mesmo, causados pelo subconsciente do Dieter, despertando o seu medo mais profundo, envolvendo os zumbis. Porém, quando pensamos nisso, a sequência da cena traz a seguinte reflexão:

Talvez, seja uma profecia, não um sonho. Talvez, tenha visto sua própria morte. Ou, talvez, sejam apenas manifestações da sua psique sobre sua autodúvida e sentimentos de inadequação. Você devia ser um cara durão. Ser capaz de combatê-los. E, mesmo assim, repetidas vezes, eles te destroem.

O curioso da citação, é que durante boa parte dela, faz parecer que se trata de uma premonição (profecia). Ademais, o “repetidas vezes”, se encaixa muito bem, também, na fala de Vanderohe, citada no outro texto. ~ O que eu sugeri lerem antes, deste aqui. ~ Em resumo, a verdade é que sendo um pesadelo, uma lembrança, uma premonição ou um dèjá vu, todas se encaixam na teoria do Looping Temporal.

DIETER e a TEORIA DO LOOPING TEMPORAL

  • 2:02:05

Scott e María Cruz convidam Dieter para uma missão suicida, onde ele seria o responsável por abrir o cofre Götterdämmerung, num Cassino abandonado em Las Vegas e cercado por zumbis.

O sujeito que projetou essa maravilhosa obra de arte, Hans Wagner, deu o nome de Götterdämmerung, ao capítulo final da obra de mesmo nome, a ópera épica de Richard Wagner, o Anel de Nibelungo.

O Anel de Nibelungo é, na mitologia nórdica, um anel mágico que daria ao seu portador um grande poder e, posteriormente, uma grande maldição. Foi forjado por Alberich, senhor dos Nibelungos, o povo das neblinas, após roubar das náiades o ouro do Reno, o tesouro mais precioso do mundo, mergulhando no fundo do rio. ~ Sim, caros leitores, a analogia com o Hans Wagner que se trancou no cofre, com as fotografias de seu filho e esposa, e como um túmulo foi jogado ao mar, é super válida! E não só isso, explica pra quem não entendeu, que ele os considerava seu maior tesouro.

Por “capítulo final”, podemos concluir, também, que o Cofre de Army of the Dead, o Götterdämmerung, é o “ponto final” e o “de partida” do ArmyVerso, certo? ~ Pelo menos, dentro da Teoria do Looping Temporal, isso faz sentido.

  • 2:02:40

É uma porta aberta para outra realidade, meus amigos e o destino trouxe vocês a mim. Passaremos por ela juntos.

Além disso, quando Dieter diz que este cofre é a porta para uma outra realidade, afirma de uma vez por todas, que aquele cofre é a chave do Looping Temporal que une Army of Thieves a Army of the Dead.

E aí, Snydetes, gostaram do que eu trouxe hoje, fomentando ainda mais a teoria do lopping temporal em Army of the Dead? Conte-me nos comentários como está o seu hype para o Armyverso!

Já conhece o nosso Portal no Twitter?
Entre para o Fandom, acompanhe as novidades e faça parte dos Movimentos pró-Zack Snyder!

Raquel

Professora, palpiteira, resenhista, revisora, back-end, crítica dos haters, primeira-dama e Staff do SnyderCutBR. Uma entre os mais de 10 mil loucos, insanos, crentes, ~cultistas~, snydetes, stans, fãs, apoiadores, seguidores de Zack Snyder, de suas obras e do nosso Portal. Participante assídua do Release e #RestoreTheSnyderverse, no Brasil, CDF na escola, Nerd na vida adulta. Mergulhei de cabeça na DC e pra sair do padrãozinho, dei uma chance pra cultura asiática, transitando entre os dois universos culturais. 🤭🤫😘

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.