Conheça 10 filmes que Zack Snyder quer fazer

Conheça 10 filmes que Zack Snyder quer fazer

É fácil pensar que Zack Snyder está fazendo tudo o que poderia querer. Seu próximo projeto, um filme de ficção científica, Rebel Moon, pela Netflix, está oficialmente em pré-produção. Seu novo universo original, Armyverse, também pela plataforma de streaming, é um sucesso, prometendo novos frutos além dos já confirmados. E sua série animada de mitologia nórdica, Crepúsculo dos Deuses, está chegando logo mais na área.

No entanto, Snyder tem falado ao longo dos anos sobre vários outros projetos que planeja um dia desenvolver para as telas. Seja de produções em pequena escala, com um orçamento mínimo, à épicos históricos. A lista de filmes que ele espera criar é longa. Apesar da vontade, só o tempo dirá quando veremos essas ideias do diretor ganhando formato diante o público.

Horse Latitudes

Enquanto trabalhava, no que se tornaria a Liga da Justiça de Zack Snyder (2021), Snyder ansiava por uma produção menor, onde pudesse passar mais tempo diretamente atrás da câmera, em vez de ficar de lado, com um megafone. Army of the Dead (2021) sanou essa vontade momentaneamente, mas Horse Latitudes seria o filme de micro-orçamento ideal para dar a Snyder uma experiência mais pessoal.

Conforme revelado no The NonProphet Podcast, o título original foi The Last Photograph, e era planejado para filmar na Bolívia, República Dominicana, Islândia e Pasadena com um elenco de apenas dois atores. A premissa permanece a mesma do conceito original: dois homens viajam juntos devido a uma fotografia misteriosamente atraente. Infelizmente, a pandemia do Covid-19 interrompeu esses planos.

Liga da Justiça 2 e 3

A Liga da Justiça de Zack Snyder abriu as portas para quase uma dúzia de sequências e spinoffs que, tragicamente, o estúdio parece não querer fazer. Entre essas sequências estão o quarto e o quinto capítulos da série de super-heróis do diretor, que começou em 2013 com, O Homem de Aço.

A história, de duas partes, mostraria a invasão de Darkseid e um conflito com a equipe de supervilões, a Liga da Injustiça, enquanto os heróis desse universo envolviam sua respectiva história em uma batalha que reunia todo o universo DC. Snyder deixou claro que voltaria para filmá-los. Os fãs estão apostando na iminente fusão entre Warner Bros. e Discovery para dar a ele essa chance.

Corrida do Ouro Arturiana

Durante o podcast Playlist The Fourth Wall, Snyder revelou que estava escrevendo uma história inspirada em Arthur, contada no cenário único da corrida do ouro americana. Snyder é um conhecido fã da mitologia clássica do Rei Arthur, sendo o filme Excalibur (1981), de John Boorman, uma influência em suas produções.

Houve muitas versões variadas e criativas do personagem do Rei Arthur, mas contar uma história semelhante em um cenário tão radicalmente diferente do outro lado do Atlântico, em um período de tempo diferente, certamente seria uma nova abordagem à velha lenda.

Blood and Ashes

Originalmente, planejado como uma sequência de 300, Blood and Ashes seria uma história romântica sobre o infame conquistador macedônio Alexandre – o Grande e seu relacionamento com Heféstion.

Snyder explicou que escreveu essa história para ser romântica, mas sangrenta, dado seu protagonista conquistador. Infelizmente, o projeto não pôde ir adiante, citando incompatibilidade de aceitação do estúdio Warner Bros.

Blood Meridian

Em uma Live, depois de brincar sobre a possibilidade de fazer uma comédia romântica, Snyder revelou suas esperanças de fazer um filme de faroeste, com os olhos postos em Blood Meridian, o violento romance de Cormac McCarthy, ano 1985.

A história é sobre um protagonista fictício conhecido apenas como “o garoto”, que encontra o historicamente real Glanton Gang de caçadores de couro cabeludo e seu líder psicopata. O diretor não é estranho aos faroestes, The Searchers é um dos filmes favoritos de Zack Snyder, então faz sentido que ele queira se envolver com o gênero em algum momento.

Um drama de fisiculturista com Amy Adams

Enquanto promovia a Liga da Justiça de Zack Snyder, o diretor disse ao Telegraph, como ele apresentou para Amy Adams uma ideia de um filme estrelado por ela como uma dona de casa que virou fisiculturista. Ele descreveu como uma “versão feminina de The Wrestler que exploraria sobre o abuso de esteroides e traçaria uma linha dramática entre a fama e a família. Segundo ele, Adams ficou intrigado com a ideia.

Snyder conhece bem o fisiculturismo, como mostra seu compromisso com a preparação física e sua história de apreciação por grandes nomes e circuitos do fisiculturismo, como já citou recentemente num vídeo promovido pela Netflix.

The Fountainhead

The Fountainhead, de Ayn Rand, é um romance que explora a busca de um arquiteto para concretizar sua visão artística. É fácil perceber porque isso atrai tanto Snyder, tendo lutado para defender sua própria visão artística ao longo de sua carreira.

Ele hesitou em prosseguir com sua adaptação, acreditando que a cultura ainda não está pronta para um filme que ele teme ser interpretado como propaganda de direita. A história de Rand foi escrita antes de sua filosofia objetivista ser desenvolvida e, portanto, continua a ser um exemplo popular do “alcançar seus sonhos”, tipo de história que Snyder ama para sua exploração “da arquitetura e do sexo.”

George Washington, estilo 300

Enquanto ele trabalhava em Liga da Justiça, no início de 2016, uma matéria feita para Bloomberg, Snyder revelou seus planos para um filme feito no estilo visual de 300, ainda mais próximo da realidade histórica. A ideia de Snyder era contar uma história centrada em torno de George Washington durante a Revolução Americana com visuais inspirados em pinturas, como a famosa representação de Washington cruzando o rio Delaware.

Ele disse durante uma entrevista a podcast DC Cinematic, que sempre quis dirigir uma batalha com mosquetes, o que seria um desvio único de seus filmes típicos. Snyder já escreveu o roteiro e ainda o possui, aguardando o dia em que ele será exibido na tela.

Elektra Lives Again

Em entrevista ao ComicBook Debate, Snyder revelou que a história sombria e violenta do Demolidor (1990), de Frank Miller, está em sua lista de histórias que ele deseja adaptar. Com obras de arte mórbidas e corajosas, em meio às imagens de inverno com um tom que se encaixa perfeitamente na história que está sendo contada, a história em quadrinhos gira em torno do romance entre o Demolidor e Elektra.

É violento, picante e repleto de simbolismo religioso e misteriosas sequências de sonhos. Um dos muitos quadrinhos de Frank Miller que Snyder aprecia, este poderia ser seu primeiro mergulho na direção da Marvel, caso ele tivesse a chance.

O Cavaleiro das Trevas

Na mesma linha de sua adaptação de Watchmen, Snyder já deixou claro que acredita firmemente que a icônica história em quadrinhos de Frank Miller, para Batman, O Cavaleiro das Trevas, pode e deve ser adaptada para um live-action.

O diretor já registrou que seu filme, Batman vs Superman: A Origem da Justiça, embora fortemente inspirado nos quadrinhos de Miller, é um trabalho original com os super-heróis. Snyder até faria o filme com um elenco diferente de Henry Cavill e Ben Affleck, distinguindo ainda mais a adaptação autêntica do Snyderverse.

Via: Screenrant

Andre Guilherme

É Andre, sem acento mesmo. Um viajante do Multiverso com Q.I elevado para Legos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.