O melhor de dois mundos | A importância de Batman e Superman na atualidade

O melhor de dois mundos | A importância de Batman e Superman na atualidade

Mesmo sendo dois dos mais icônicos e importantes heróis da história, Batman e Superman parecem não fazer mais parte dos planos da Warner para a construção do DCEU. Há alguns dias, diversos rumores em relação ao vindouro filme do Flash anteciparam a formação de uma nova Liga da Justiça, substituindo Batman e Superman por Batgirl e Supergirl, respectivamente. Não me levem a mal, Kara e Barbara são excelentes personagens, mas não ao ponto de conseguir suprir a ausência dos melhores do mundo.

Sem um filme solo, desde 2013, o Superman vive um limbo no DCEU. Oficialmente, a última aparição de Kal-El foi feita em Shazam, onde não foi possível ver a cabeça do personagem. Mesmo com Henry Cavill dizendo, publicamente, que voltaria ao papel, não parece ser do interesse da Warner, que a versão construída por Zack Snyder tenha espaço nos atuais planos da produtora. Mesmo amado pelos fãs e tendo apoio nas redes, torna-se cada vez mais improvável que o Superman de Henry Cavill volte ao DCEU, na atual conjuntura.

Em contrapartida, o Batman tem um filme confirmado para 2022 no DCEU, mesmo com uma mudança que agradou poucos. O primeiro Batman dos cinemas, Michael Keaton será o mentor da Batgirl e, possivelmente, não será tão ativo no DCEU, algo difícil de se imaginar. Apesar disso, seu universo começa a se expandir nas mãos de Matt Reeves, mesmo que o foco seja na polícia de Gotham e, assim como em 1989 e 1992, nos vilões. Encarnado por Robert Pattinson, a nova interpretação promete, mas dificilmente será mais impactante e “diferente” quanto a de Ben Affleck. Em 2016, Zack Snyder nos mostrou o Batman mais humano e interessante dos cinemas, algo difícil de ser batido.

Quando falamos sobre Batman e Superman, é complicado não remeter ao tempo em que éramos crianças. Quem nunca sonhou em voar como o Superman ou prender bandidos e lutar como o Batman? É inegável o legado e o impacto que ambos têm na infância e juventude dos fãs, mas parece que tudo isso será posto de lado, mesmo que cause um afastamento do público geral e específico, que já se mostrou contrário a essa decisão. Para se ter ideia, basta fazer um exercício: pergunte a uma criança e um idoso sobre ambos e elas saberão quem são.

Aos que defendem a ideia de não centralizar o DCEU nos dois e fazem o malabarismo justificando com a abordagem do MCU, é bom ressaltar que a Marvel não detinha os direitos dos seus principais heróis, em 2008. A Warner possui toda a DC Comics, mas por opção, escolheu pela substituição e pela diminuição das versões femininas, que são personagens muito bem construídos e com histórias próprias, mas que serão reduzidas a um tapa-buraco.

Mesmo tendo dividido opiniões, é inegável que Batman vs. Superman: A Origem da Justiça honrou o tamanho e a grandiosidade dos heróis. Tendo o tratamento que merecem e o espaço devido, a possibilidade de não brilharem é nula.

#RestoreTheSnyderVerse


Já conhece o nosso Portal no Twitter?
Entre para o Fandom, acompanhe as novidades e faça parte dos Movimentos pró-Zack Snyder!

Lucas Gomes

Fã do cinema e de trilhas sonoras, aprendi a amar a DC muito cedo, encontrando nos filmes de Zack Snyder ideais para levar por toda a vida. Aproveite a jornada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.