Treze anos depois, Watchmen segue imponente

Treze anos depois, Watchmen segue imponente

Dirigido por Zack Snyder, em 2009, Watchmen representou um marco nos filmes de super-heróis. Sério, violento, crítico e sombrio, a obra distópica sobre os heróis menos famosos da DC, deixou marcas que perduram até hoje e que levaram Snyder ao posto de arquiteto do DCEU, entregando os melhores filmes da DC, nos últimos dez anos.

A trama de Watchmen gira em torno do vigilante Rorschach, que está investigando a morte de alguns companheiros, então heróis na época. Como pano de fundo, temos os anos 80, quando uma guerra nuclear entre União Soviética e os Estados Unidos era praticamente inevitável. O mais interessante de Watchmen é a forma com que Zack Snyder faz um filme de super-heróis, mas que nada tem a ver com um filme de heróis tradicional. Ficou confuso? Deixa que eu te explico.

UM FILME DE HERÓIS, MAS BASTANTE DIFERENTE

Zack Snyder usa a sua mágica de sempre e apresenta protagonistas de moral duvidosa, problemas urbanos reais e pesados como pedofilia, estupro, assassinato, genocídio, e heróis que de ‘heróis’ não tem quase nada. Watchmen é quase um The Boys, mas consegue ser ainda mais real e brutal. E isso é maravilhoso, ainda mais nos dias atuais que, para lucrar mais, sempre foca em conteúdo amigável. É bem provável que, nos termos atuais do cinema heroico, Watchmen dividisse bastante as opiniões do público.

Intocado pelo tempo, o filme e suas discussões permanecem relevantes até os dias de hoje. Como é de especialidade de Zack Snyder, ver heróis tendo que lidar com problemas reais e menos genéricos, sempre é um prato cheio. Essa visão mais sombria e realista já havia sido apresentada em Batman Begins, de Christopher Nolan, em 2005, mas seu auge foi, de fato, em Batman Vs. Superman. Ver Batman e Superman inseridos em um mundo real foi, de fato, um dos acontecimentos mais relevantes da história do cinema de heróis.

Watchmen também tem um corte estendido que melhora a experiência com o filme, algo que já se tornou básico nos trabalhos de Zack Snyder. Passe o tempo que for, digam o que quiserem, os filmes de Snyder, seguirão marcando época e jamais serão esquecidos. Hoje, Watchmen completa 13 anos de existência, pela visão de Zack Snyder e por isso, temos muito a comemorar!

Gostou do nosso texto? Comente abaixo o que acha de Watchmen e dê uma forcinha ao nosso Portal. Até a próxima!


Já conhece o nosso Portal no Twitter?
Entre para o Fandom, acompanhe as novidades e faça parte dos Movimentos pró-Zack Snyder!

Lucas Gomes

Fã do cinema e de trilhas sonoras, aprendi a amar a DC muito cedo, encontrando nos filmes de Zack Snyder ideais para levar por toda a vida. Aproveite a jornada!

4 thoughts on “Treze anos depois, Watchmen segue imponente

  1. Concordo com a comparação de Watchmen com The Boys… ahaha Confesso que quando assisti, talvez por estar com muito sono, eu tenha achado um pouco parado demais, para um filme sombrio, sabe? Mas minha percepção foi alterada pela alta dose de capote involuntário, depois de um dia extremamente corrido. Depois que assisti de novo, pude ver absolutamente tudo o que você trouxe nesse texto. Sem falar nos fatos que trouxe aqui… Pudera, né!? Muita gente precisando ainda deitar pros fatos! hahaha Foi uma ótima homenagem aos 13 anos do Watchmen do Snyder, Lucas! Meus parabéns!!!

  2. Watchmen é muito bom! E irreverente, assim como todos os filmes do Snyder, mas o que mais me pegou quando vi pela primeira vez foi que era diferente de tudo que eu já tinha visto, o filme tem uma pegada completamente inovadora pra época!
    Texto maravilhoso! Muito bom lembrarem do aniversário de Watchmen<3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.