Army of the Dead | A história por trás do tigre-zumbi Valentine

Army of the Dead | A história por trás do tigre-zumbi Valentine

O hype para o Armyverse parece só aumentar à medida que mais teorias são lançadas e debatidas. Entre elas, lançamos algumas curiosidades sobre o universo de zumbis de Zack Snyder. Entre teorias de loop temporal, alienígenas, zumbis robôs, alfas, trôpegos e convencionais, existe um personagem que rouba… ou melhor devora, a cena: Valentine, o tigre-branco zumbi.

A inspiração

Durante uma entrevista para o Beyond the Trailer, o diretor Zack Snyder comentou sobre o assunto e explicou porque o tigre chamado Valentine faz todo sentido para a trama e ainda explicou que os animais são líderes naturais, então faz sentido ter um tigre zumbi entre as criaturas grotescas vagando pela cidade à procura de uma caça.

Army of the Dead: Invasão em Las Vegas | Reprodução Netflix

“Acho que sabíamos, de certa forma, que Valentine seria uma estrela. Fui eu quem sugeriu um tigre zumbi, o que faz todo sentido porque… Por que não haveria [um tigre zumbi num apocalipse zumbi]? Tivemos essa ideia desde o início. Sabíamos que queríamos fazer animais zumbis e então pensei: ‘Com certeza, faz sentido se você’ trouxer um tigre zumbi faminto para vegas’. […] O negócio é que, dentro do conceito do filme, há uma hierarquia. A ideia é que iríamos evoluir os zumbis e que eles teriam algum tipo de organização. Você vai entender o porguê, mas animais são líderes naturais, eles vão aonde e querem e fazem o que querem, não é diferente quando se trata de animais zumbis. Eles estão acima daquelas criaturas grotescas que vemos por aí.”

Curiosidades

A curiosidade em torno do tigre zumbi, é que os escritores do filme se esgueiraram em uma linha que faz referência a Valentine, como uma das amplas coleções de tigres de Siegfried & Roy.

Caso você não conheça a história deles, Siegfried & Roy era uma famosa dupla de mágicos e artistas de Las Vegas. Suas apresentações costumavam lotar o teatro Mirage Resort and Casino, onde residiram por quase 15 anos, de 1990 até a fatídica apresentação em 3 de outubro de 2003. Roy Horn foi arrastado para fora do palco por um tigre branco de sete anos, chamado Montecore.

Siegfried & Roy, dupla de artistas e mágicos de Las Vegas.

Alerta de conteúdo sensível

No entanto, o incidente deixou o artista gravemente mutilado com uma coluna quebrada, perda maciça de sangue e várias outras partes do corpo feridas, além de sofrer um derrame devido ao incidente. Embora ele tenha sobrevivido ao acidente, suas apresentações foram poucas e distantes uma das outras, após o ataque. Horn morreu em maio de 2020, devido a complicações decorrentes do COVID-19. Enquanto Siegfried morreu em janeiro de 2021, após uma batalha contra o câncer de pâncreas.

Homenagem

Durante o painel virtual da Justice Con, os produtores, Deborah Snyder e Wesley Coller, revelaram a fonte de inspiração para o tigre zumbi, Valentine. Snyder e a equipe de efeitos visuais estavam à procura de uma referência da vida real que os ajudaria a esculpir e desenvolver um modelo 3D crível para Valentine.

Tigresa AOTD

O primeiro instinto foi procurar os tigres brancos localizados no Jardim Secreto de Siegfried & Roy, mas eles tiveram que mudar o foco de sua busca para outro lugar, devido à velhice e à natureza física frágil desses tigres. Então, eles procuraram em outro lugar, no Big Cat Rescue de Baskin.

Para mais informações a respeito do Tigre Zumbi, você pode optar por assistir ao documentário “Nos bastidores de Army of the Dead: Invasão em Las Vegas“, na Netflix.

O tigre zumbi de Army of the Dead

Entretanto, tigre branco zumbi que homenageia Siegfried & Roy no longa, é na verdade uma tigreza, como bem apresentada pela Coyote.

“Era uma tigresa de Siefried & Roy. Ela vigia os limites do território.”

Tigresa AOTD

Por que uma tigresa? O filme nos mostra zumbis alfas que, diferentes dos trôpegos, são mas inteligentes. Quando Zeus, o zumbi alfa líder, sobe na réplica da Estátua da Liberdade, vemos que ela é muito mais alta do que os containers que cercam a Cidade Abandonada. Portanto, o que podemos concluir é que não havia intenções dos alfas saírem daquele lugar e buscavam, de alguma forma, continuar suas vidas, ainda que de maneira primitiva. Contudo, o que sabemos é que essa busca “primitiva”, resgataria os valores perdidos na sociedade.

Talvez por isso a rainha zumbi estava grávida. Talvez por isso a escolha de uma tigresa para vigiar os limites do território zumbi. São as tigresas que vão à caça para os seus filhotes, após o nascimento. Portanto, faz sentido que ela estivesse protegendo os zumbis alfas nesta busca pela ‘humanização’ perdida, através dos instintos naturais. Não acham?

E aí, concordam? Têm uma opinião diferente?

Já conhece o nosso Portal no Twitter?
Entre para o Fandom, acompanhe as novidades e faça parte dos Movimentos pró-Zack Snyder!

Andre Guilherme

É Andre, sem acento mesmo. Um viajante do Multiverso com Q.I elevado para Legos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.