OFF | Crítica sobre “Veja por Mim”: Um ensaio real sobre a cegueira

OFF | Crítica sobre “Veja por Mim”: Um ensaio real sobre a cegueira

Quem desconfiaria de uma mulher cega? “Veja por Mim” é um filme que envolve um assalto a uma mansão, cuja a única testemunha é uma mulher com deficiência visual.

  • Trailer:
  • Sinopse: Sophie, uma jovem cega, é contratada para tomar conta de um gatinho, em uma mansão isolada, enquanto a dona está fora. Num piscar de olhos, este trabalho tranquilo transforma-se num pesadelo, quando três ladrões invadem a casa à procura de um cofre secreto. Sua única forma de defesa é um aplicativo, chamado Veja por Mim. O aplicativo a conecta com um voluntário do outro lado do país que, literalmente, passa a “ver por ela”. Sophie se conecta com Kelly, uma veterana do exército, que passa seus dias jogando jogos de tiro e liderando sua equipe nas missões. Sophie é obrigada a aprender que, se ela quiser sobreviver à noite, ela precisará de toda ajuda que puder ter.

Minhas Impressões

A dubladora Skyler Davenport, estrela o suspense “Veja por Mim“, o que deixou o filme melhor do que já é. Isso porque ela é deficiente visual na vida real. Segundo consta, ela perdeu a visão em 2012, quando teve um derrame. Por ser um filme que traz a mensagem de superação e evolução pessoal, é importante que tenham escolhido uma deficiente visual para o papel, pois retrata um pouco a sua experiência de vida. O teor inclusivo, presente na trama, sugere possibilidades para políticas públicas palpáveis e inclusivas de fato.

Veja por Mim SCBR

O longa, da Paris Filmes, opta por tons escuros para fazer com que o espectador se veja na pele de Sophie Scott, uma ex-esquiadora profissional, que virou uma babá, com notável compulsão cleptomaníaca. À medida em que o desespero de Sophie aumenta, os tons frios ficam mais fortes, fazendo com que a imersão dos espectadores flua de maneira natural e leve. Além disso, o longa possui uma trilha sonora melancólica que ajuda a guiar o espectador para esta imersão.

A importância do Enredo

O filme é cheio de reviravoltas, cujas as decisões da protagonista surpreendem positiva e negativamente. No entanto, é exatamente essa oscilação que faz com que “Veja por Mim”, se torne excelente. Mais que isso, ele apresenta uma protagonista autossuficiente, que precisa aprender a confiar nos outros. Ao confundir confiança em dependência, Sophie se mostra teimosa.

Ao receber ajuda da veterana do exército afastada, Kelly, Sophie passa por um processo de aceitação. Kelly é voluntária para ser os olhos das pessoas com deficiência visual. Por este motivo, participa do projeto social, pelo aplicativo “Veja por Mim“, mostrando-se sempre solícita, quando recebe um chamado. A serenidade com que a Kelly trata Sophie é um ponto de destaque, porque mostra profissionalismo e competência. Além disso, a confiança construída pela protagonista, nitidamente, a torna mais segura de si, o que pode ser trabalhado, positivamente, em núcleos de apoio sobre o tema central do longa.

Veja por Mim SCBR

Conclusão

O longa apresenta um roteiro completo, com um suspense bem estruturado. É fácil de agradar e mantém o espectador preso à narrativa. Além disso, possui momentos de tensão que te transportam para dentro da trama. Em outras palavras, pode agradar e incomodar, ao mesmo tempo, a audiência, devido à confusão visual que o longa carrega, justamente para estreitar a ligação com a protagonista.

De certa forma, embora seja um filme de suspense, “Veja por Mim”, deve ser desmembrado e analisado criteriosamente, porque entrega muito mais do que propõe. Ou seja, se é fã do gênero suspense e, de quebra, gosta de filmes de superação, “Veja por Mim”, foi feito para você.

NOTA: 9,0
Veja por Mim estreia, nos cinemas brasileiros, dia 23 de junho de 2022.

Já conhece o nosso Portal no Twitter? Confira nossas Cabines de Imprensa e Críticas do Portal sobre as Obras do Snyder! Acesse, também, o nosso site anexo, UmDCnauta, para ficar por dentro das principais notícias das produções cinematográficas!

Raquel

Professora, palpiteira, resenhista, revisora, back-end, crítica dos haters, primeira-dama e Staff do SnyderCutBR. Uma entre os mais de 10 mil loucos, insanos, crentes, ~cultistas~, snydetes, stans, fãs, apoiadores, seguidores de Zack Snyder, de suas obras e do nosso Portal. Participante assídua do Release e #RestoreTheSnyderverse, no Brasil, CDF na escola, Nerd na vida adulta. Mergulhei de cabeça na DC e pra sair do padrãozinho, dei uma chance pra cultura asiática, transitando entre os dois universos culturais. 🤭🤫😘

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.