OFF | Crítica sobre Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore

OFF | Crítica sobre Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore

Fomos convidados para assistirmos e realizarmos uma crítica de Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore, a nova super produção do estúdio Warner Bros. Pictures. Uma curiosidade interessante desse filme é que foi, justamente, durante suas gravações, que Ezra Miller gravou sua participação para cena adicional do Knightmare para o corte de Liga da Justiça de Zack Snyder. Como Zack não podia viajar, devido a Pandemia do Covid-19, a gravação da cena foi feita remotamente.

Eu precisei fazer uma pequena refilmagem do Ezra, quando estávamos acertando essa parte da fotografia. Então, foi a única forma de fazer isso, já que ele estava em Londres. Eu enviei os desenhos para ele e pensei: ‘Certo, o que ele tem que fazer está aí’. Ele estava no set de Animais Fantásticos, havia três monitores para mim, então eu conseguia ver o set, Ezra e a câmera. Eu fiquei pensando como seria bom se desse para controlar ele com se fosse um carrinho de controle remoto. Bem, foi pouca coisa que gravamos, então funcionou muito bem.

A equipe de produção de Animais Fantásticos foi super solícita e fez essa “colab” com o Zack, que acompanhou tudo via Zoom e descreveu, acima, como foi a experiência, em entrevista ao Beyond the Trailer. Bom, mas agora pega sua varinha e Expectro Patronum ~ (desculpa, não resisti), ~ e vamos à crítica.

  • Trailer:
  • Sinopse: O professor Alvo Dumbledore (Jude Law) sabe que o poderoso mago das trevas Gerardo Grindelwald (Mads Mikkelsen) está se movimentando para assumir o controle do mundo mágico. Incapaz de detê-lo sozinho, ele pede ao magizoologista Newt Scamander (Eddie Redmayne) para liderar uma intrépida equipe de bruxos e um corajoso padeiro trouxa em uma missão perigosa, em que eles encontram velhos e novos animais fantásticos e entram em conflito com a crescente legião de seguidores de Grindelwald. Mas com tantas ameaças, quanto tempo poderá Dumbledore permanecer à margem do embate?

Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore chegou com fôlego ao terceiro filme, dos cinco planejados, da franquia, recuperando o que havia sido perdido no roteiro de seu filme antecessor. Acho que, até por isso, que as divulgações flertaram bastante com os pôsteres trazendo uma fênix. Além de ser o animal de estimação de Dumbledore, faz alusão ao dito clichê: “renascendo das cinzas, como uma fênix”.

O filme, por si só, já enfrentava, antes de seu lançamento, uma tensão nos bastidores com toda situação da substituição do ator Johnny Depp e as declarações transfóbicas da escritora J.K Rowling. Animais Fantásticos 3 já chega preparado para receber crítica negativa, no primeiro deslize que tiver em cena, mas surpreende. Ao menos, na nossa cabine, quem assistiu, o achou melhor que os dois primeiros.

Ele peca na fotografia, pela inserção de muito mais CGI e pela incapacidade de criar as texturas apresentadas nos primeiros. Mas não deixa de funcionar por isso. O elenco segura o público, saindo muito bem em tela. Além de uma trama bem construída com arcos de personagens que envolvem o espectador.

Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore | Reprodução: Warner Bros. Pictures

É muito particular fazer uma crítica sobre filmes que possuem grande apelo a um determinado público, pois o que pode funcionar para os fãs, nem sempre funciona para aquele espectador curioso. Eu já fui do mundo dos bruxos, em Harry Potter, e não continuei acompanhando as histórias. Mas a franquia de Animais Fantásticos renasce e traz de volta aquele elo com quem já teve contato com esse universo, apresentando, neste terceiro filme, o início do conflito entre Dumbledore (Jude Law) e Grindewald (antes interpretado por Johny Deep, e substituído por Mads Mikkelsen), cuja a ligação é realmente intensa.

Apesar de achar que Animais Fantásticos precisa trilhar muito mais para chegar ao amadurecimento que a franquia Harry Potter chegou, num todo, empolga. Afinal, se formos falar apenas da criatividade de J.K Rowling, sabemos que ela tem de sobra.

David Yates continua na direção de Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore. O roteiro é da autora dos livros de Harry Potter, J.K. Rowling, em colaboração com Steve Kloves. Maria Fernanda Cândido, Ezra Miller, Jessica Williams, Alison Sudol, Katherine Waterston e Dan Fogler completam o elenco ao lado de Eddie Redmayne, Jude Law e Mads Mikkelsen.

O filme estreia 14 de abril nos cinemas.

NOTA: 7

Já conhece o nosso Portal no Twitter? Confira nossas Cabines de Imprensa e Críticas do Portal sobre as Obras do Snyder!
Acesse, também, o nosso site anexo, UmDCnauta, para ficar por dentro das principais notícias das produções cinematográficas!

Andre Guilherme

É Andre, sem acento mesmo. Um viajante do Multiverso com Q.I elevado para Legos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.